Andrezinho Cidadão

O Projeto de Abordagem e Educação Social de Rua sob a responsabilidade do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) prioriza o atendimento de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil e/ou vivência na rua que estiverem de risco pessoal e social em razão de extrema violação de direitos, teve as ações desenvolvidas pelo Programa Andrezinho Cidadão de 1998 a 2007, pelo Poder Público.

A partir em Setembro de 2007 o Município optou pela execução do projeto em regime de parceria, acordado com a instituição não governamental, Instituto Monsenhor Antunes, responsável pelo desenvolvimento do programa até a presente data. O modelo adotado apresenta uma dinâmica de atividades de segunda a sábado , no período das 08:00 h às 22:00 h, e aos domingos das 08:00 h às 20:00 h.

Finalidade

Combate a exploração ao trabalho infantil, dependência química e exploração sexual, visando o retorno à família em alguns casos, comprometimento escolar e tratamento em clínica de internação para combater a dependência química. O programa é aplicado por educadores sociais nos pontos de maior freqüência e naqueles denunciados pelos cidadãos, com abordagem sobre a situação de rua e encaminhamento para a família, entidades parceiras ou Poder Público (judiciário, conselho tutelar, conselho da infância).

Objetivos

Missão

Busca ativa (abordagem) de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil e/ou vivência na rua.

Objetivo geral

Realizar ações de educação social e vinculação a família junto as crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil e vida na rua, visando a erradicação do trabalho infantil, o retorno a convivência familiar e comunitária, a escola, e a garantia dos demais direitos.

Objetivos especificos

Voltado a toda e qualquer criança e adolescente que se encontre em situação de trabalho infantil e vida na rua, no município de Santo André. Em relação às crianças e adolescentes andreenses o trabalho deverá ser extensivo as suas famílias. O trabalho se dará em toda a base territorial da cidade de Santo André, garantindo o atendimento.

  • Realizar o mapeamento e monitoramento das diversas formas de violação de direitos mediante abordagem de educadores sociais de rua.
  • Estruturar ação que estabeleça de fato relação vincular com as crianças e adolescestes que estão em maior risco na rua: trabalho infantil, moradia e vivencia de rua.
  • Desencadear ações que propiciem aproximação, conhecimento da realidade e do histórico de vida e familiar das crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil e vivencia de rua.
  • Realizar visita domiciliar com o objetivo de realização de diagnóstico preliminar da situação socioeconômica, de orientação quanto aos deveres legais em relação à efetivação de direitos e à proteção integral da criança e adolescente;
  • Acompanhar os casos atendidos, realizado articulação com a rede de proteção social e efetiva inserção na mesma;
  • Realizar ação pró-ativa junto a sociedade em geral (Escolas, Comunidades, Associações, entre outras) de forma a contribuir para a sensibilização e esclarecimento desta temática, buscando uma atuação mais crítica por parte da população.

Metas

  • O Programa de Educação Social de Rua deverá atender a todas as crianças e adolescentes, de 0 a 18 anos, de ambos os sexos, que se encontra em situação de vida na rua e trabalho infantil. Das 7h as 22 h, inclusive em finais de semana e feriados.
  • Encaminhar toda demanda de crianças e adolescentes abordados para os serviços da rede.
  • Capacitar o quadro de apoio técnico que possibilite uma maior qualidade de vida.

Grau de Importância Social

Diminuição da incidência de crianças nas ruas, fora do horário escolar, diminuição da freqüência escolar, da exploração do trabalho infantil.

O programa já premiou a cidade por duas vezes com o prêmio “Prefeito Amigo da Criança”.

Características Diferenciadoras: O programa tem como objetivo principal a inserção do menor na família, na escola e na sociedade antes de seu encaminhamento a entidades parceiras ou as autoridades judiciais.

Atendimento

Publico Alvo

  • Toda e qualquer criança e adolescente que se encontre em situação de trabalho infantil e vida na rua, no município de Santo André.
  • Em relação às crianças e adolescentes andreenses o trabalho é estendido até as famílias.
0
0
0
s2sdefault