Nosso Trabalho

Triste fim

Terminamos 2016, como todo ano, fazendo avaliação dos trabalhos realizados durante o período. Concluímos que precisamos continuar melhorando sempre, pois o mundo muda muito rápido, precisamos acompanhar as mudanças e aprimorar nossas atividades. No entanto, de modo geral, percebemos que foi um bom ano nos programas, pois perguntamos aos parceiros com os quais desenvolvemos trabalhos em conjunto e a resposta foi de que na metodologia, na forma de atender estamos mandando bem.

No que se refere também à formação. Surgiram três novas casas (Residências Inclusivas para pessoas com deficiência) em novos programas, passamos por mudanças e alterações. Foi um bom ano de trabalho em 2016 e com isso aumentaram também os espaços físicos. Analisando comparativamente cada local, percebemos a necessidade de melhorar alguns deles. Um, em especial, necessitava não de manutenção, mas de reforma pelos longos anos de uso, pois era um espaço cedido pela prefeitura de Santo André para acolher crianças e adolescentes.

Durante um ano e meio aguardamos a reforma desse espaço, no entanto, no início deste ano a nova gestão de Santo André achou melhor fechar o espaço, que necessitava de reforma, e fechou também outro espaço vizinho (que não estava tão ruim), transferindo para outros locais as crianças e adolescentes que viviam conosco naqueles imóveis.

Foi um momento de muita tristeza, duas casas fecharam, cerca de 30 moradores levados para outras casas, mais de 40 colaboradores(as) dispensados. Um triste fim para um trabalho promissor e de ótimos resultados, e que infelizmente precisou terminar. Hoje vimos que a intenção dos espaços eram outras.

Apesar da dor, continuamos trabalhando para minimizar as carências das pessoas que cruzam nossos caminhos, depositamos nossos esforços e esperanças nos trabalhos acolhedores e metodológicos que realizamos, aprendemos sempre com cada situação, mudamos o que precisa melhorar, guardamos os princípios que nos motivam e seguimos em frente, buscando ajudar a vida de quem está conosco.

Por eles nossa caminhada continua. Sentindo o triste fim de uma parte do trabalho, seguimos caminhando, prontos para novos desafios em prol das pessoas que precisam.

Escrito por Roberto de Andrade Júnior

Coordenador Geral

Roberto de Andrade Júnior
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores