Nosso Trabalho

No dia 2 de julho de 2016 aconteceu, durante nossa “festa junina”, a primeira edição do Sarau do Lar São Francisco. Foi um evento sensacional, organizado por toda a equipe das três casas e os próprios acolhidos. Fomos brindados por declamações de poemas, danças, literatura e muita, muita música.

A ideia surgiu há algum tempo. Em dezembro de 2015, os educadores começaram a desenhar a ideia do Sarau com propósito de despertar as habilidades musicais nas crianças e adolescentes que se encontravam acolhidos. Com o andamento das festas natalinas, não foi possível a realização, mas em janeiro de 2016, na oficina de música, surgiu a ideia de montar um grupo de percussão, o que proporcionou a criação de um bloco de carnaval.

Levando em consideração a entrega dos acolhidos nos ensaios, a participação da maioria dos educadores para a concretização deste evento e a felicidade em protagonizar um momento de construção vivenciado pelas crianças e adolescentes, sentimos que este despertar para a arte não poderia ser ofuscado.

Assim, iniciou-se a construção do Projeto Sarau, tendo como idealizadores Célio – (Lar São Francisco I), Rafael (Lar São Francisco II), Marcelo e Maria Aparecida (Lar São Francisco III), o que contagiou outros educadores: Domingos, Alexandra, Zélia, Anne, Maiki, Leandro, Vitória, que vieram motivados a fazer parte da construção do projeto e foram apoiados e incentivados por toda a equipe técnica das três unidades do Lar São Francisco de Assis.

O evento teve como objetivos desenvolver as potencialidades artísticas, proporcionar o protagonismo juvenil, promover a autoestima e senso crítico nas crianças e adolescentes e despertar seu olhar para o coletivo.

As participações foram divididas por segmento: Decoração, Culinária, Música, Teatro, Dança, onde cada educador assumiu um segmento para a organização do evento, juntamente com as crianças e adolescentes. Toda a equipe envolvida no Sarau fez reuniões semanais juntamente com ensaios de música, dança e teatro.

As expectativas trazidas pelos acolhidos eram de superação das dificuldades encontradas nos ensaios, com o progresso percebido dia a dia (relatado por eles) e a ansiedade em esperar o dia da apresentação do Sarau. Já a expectativa dos educadores, a equipe técnica e demais funcionários das 3 unidades das casas de acolhimento era proporcionar um evento em que os acolhidos e participantes pudessem superar suas dificuldades e atingir o objetivo proposto.

Temos certeza que alcançamos nossos objetivos, o resultado superou, e muito, nossas expectativas. Estamos ansiosos para iniciar os preparativos da segunda edição.

Escrito por Edileuza Rodrigues

Coord. Social do Lar São Francisco III

Edileuza Rodrigues da Silva
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores