Nossa História

Andrezinho Cidadão

O Andrezinho Cidadão é um programa que tem por objetivo principal abordagem ativa de crianças e adolescentes nas ruas de Santo André. O programa existe há mais de 15 anos e nós assumimos em setembro de 2007.

Nesse ano nós fazíamos a abordagem nas ruas de adultos, quando veio o convite da diretora do departamento de assistência social da prefeitura, Marcia Leal, para pegarmos também a abordagem das crianças e adolescentes, pois precisava ser fortalecida.

Naquela época eram identificadas cerca de 220 crianças e adolescentes nas ruas da cidade, pedindo, fazendo malabares, vendendo balas, panfletando, limpando vidros de carros. Fizemos um estudo do programa e, após entender a situação, optamos por aceitar o desafio do nosso primeiro trabalho com crianças. Foi difícil, mas gratificante; fomos conhecendo outros trabalhos com crianças e adolescentes e realizando o contato, ganhando a confiança tímida da garotada, estabelecendo vínculos e fazendo os encaminhamentos necessários.

Nossa equipe tinha 14 educadores nas ruas e mais um grupo na administração, o trabalho era constante e difícil, ganhamos a confiança das crianças. No entanto, não tínhamos muito como transformar suas vidas por falta de outros serviços para onde encaminhá-los. A opção foi a de trabalhar com suas famílias.

Chegamos a ter mais de 50 familiares em nossas reuniões pedindo ajuda pra melhorar o relacionamento com seus filhos e ganhamos também a confiança deles.

Mudamos de endereço e conseguimos um espaço amplo e agradável para atender melhor nosso público. Com a convivência, o vínculo ampliou-se e passamos a trabalhar com eles também na nova sede: realizávamos oficinas, rodas de conversas, visitas domiciliares, reuniões de família, festas e passeios em museus, cinemas e parques. Com isso, foram fortalecendo os vínculos com as crianças e adolescentes, suas famílias e nossa equipe. Assim, demos um salto na qualidade do atendimento, gerando oportunidades de vários encaminhamentos para programas sociais, volta a escolas e ações contra trabalho infantil.

Acreditando no potencial do programa, escrevemos um projeto pra trabalhar com imagem e som com as crianças e adolescentes de três das comunidades críticas de onde vinham mais pessoas para as ruas. Escrevemos o projeto Cine Debate Andrezinho Cidadão, inscrevemos no prêmio do Criança Esperança da Unesco/ Rede Globo e ganhamos. Durante dois anos, realizávamos mostra de filmes que refletiam a situação de exclusão, reflexão e esperança para as crianças e adolescentes e suas famílias e debatíamos no final. Depois, passamos a trabalhar com eles para escrever e filmar seu próprio curta-metragem. O resultado foi encantador e rendeu elogios do Criança Esperança, além de fortalecer os vínculos e aumentar a confiança das famílias em nossa atuação.

O número de crianças e adolescentes nas ruas caiu bastante com as ações do Andrezinho Cidadão: dos 220 iniciais chegamos agora a cerca de 45-50 (sendo que boa parte desses não é do nosso município, dificultando ainda mais a resolução de problemas). Outra parte tem casa, família e vai à escola, mas usa parte do tempo para “faturar uns trocados, bons trocados às vezes”, já que a população comovida acha que dando umas moedas vai ajudar a vida desses garotos e garotas. Não ajuda, não resolve, isso só dificulta nosso trabalho, atrapalha seu desenvolvimento escolar, põe em risco sua segurança e os encaminhamentos, já que estão faturando e relutando pra deixar as ruas.

A população precisa entender que dar esmola não vai ajudar o futuro dessas crianças, dar esmola não vai levar ninguém ao céu, ideias como “melhor estar trabalhando que roubando” não melhoram a vida deles, dão a falsa impressão de que não vale a pena se esforçar por dias melhores fora das ruas. Realizamos várias campanhas de conscientização e buscamos a ajuda de todos para reduzir ainda mais e, quem sabe um dia, chegar à satisfação de não precisar mais do trabalho de abordagem nas ruas do Andrezinho Cidadão.

Escrito por Roberto de Andrade Júnior

Coordenador Geral

Roberto de Andrade Júnior
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores