Depoimento

Na convivência Lucas mostra-se tranquilo, afetuoso e sociável. Compreende e atende com facilidade as situações diárias, decora o seu próprio cenário com cores, brinquedos e fotos de artistas que enfeitam seu pequeno mundo, expande sua imaginação pintando as fotos impressas, que graças à sua memória fotográfica, consegue distinguir por nomes e locais onde esses seus ídolos trabalham.

Lucas demonstra bastante interesse em participar das atividades, eventos e passeios promovidos pela Residência propiciando uma boa interação com os demais acolhidos, seus amigos.

Como todo mundo Lucas também tem seus momentos de dificuldades e limitações, em caso de frustração ou agitação o mesmo busca refugiar suas angústias e medos chamando pelos nomes das pessoas que o acolhem e movimentando a cabeça para frente e para trás repetidamente, essa é a forma singular que o Lucas encontrou para tranquilizar-se diante do que, para seus olhos, momentaneamente parece um caos.

O acolhido é autônomo em muitas atividades, frequenta a escola e estabelece boa relação com seus colegas e funcionários, mesmo apresentando dificuldade de dicção na fala, o acolhido se expressa por meio dos movimentos corporais e algumas palavras soltas.

Lucas é sorridente, educado e muito carinhoso, é contagiante sua alegria e por meio do seu sorriso é possível compreender que as diferenças estão no modo que cada ser humano ver o mundo, a empatia é a ferramenta essencial para entendermos o outro na sua forma de ser, na sua singularidade.

José Francisco Rego Lopes

Monitor Residẽncia Inclusiva SBC

0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores