Depoimento

Em comemoração ao Dia Internacional do Voluntário (5 de dezembro), trazemos aqui um pouco da história de parceiros que estão conosco desde o início, a Turma do Leite. Era o ano de 2004 e um grupo de casais das Equipes de Nossa Senhora, que estava estudando a Campanha da Fraternidade daquele ano, sentiu em seus corações a necessidade de sair além do movimento e tentar proporcionar o bem aos seus irmãos menos afortunados.

Depois de discutirmos qual seria a melhor maneira de empreender esta ação, chegamos à conclusão de que poderíamos fazer um gesto concreto que pudesse reunir, não apenas os amigos da equipe, mas todos aqueles que tivessem em seus corações a vontade de abraçar esta ideia.

Houve várias sugestões, como cestas básicas, distribuição de roupas usadas, mas uma ideia prevaleceu: qual o produto poderíamos doar e que, com certeza, qualquer entidade poderia precisar?

Daí surgiu a ideia de arrecadar fundos para compra de leite. Inicialmente foi encabeçada pelos nossos queridos amigos Marcelo Perrone (Chelo), Francisco

(Chicão) e Pedro (Pedrão), que se comprometeram a centralizar a arrecadação e posteriormente a compra e entrega do leite.

Esses corajosos amigos perseveraram por anos na tarefa, posteriormente substituídos pelo Marcelo Bianchi, que até pouco tempo atrás, devido aos vários compromissos assumidos em nosso movimento, passou para mim, Marco Antonio (Marcão).

Outros “amigos do bem” se juntaram a nós e, mês a mês, contribuem com a arrecadação. 

Assim, desde 2004 até agora, todos os “amigos do bem” estão perseverando conosco nesta tarefa, que leva a alegria a tantas pessoas necessitadas, que certamente rezam pela continuidade de nossa pequena contribuição.

Hoje contamos com várias pessoas que dedicam um pouco do que recebem de Deus nesta tarefa abençoada. 

Que Deus nos permita continuar, levando a nossos irmãos esta benção, que é a disponibilidade de prestar este serviço.

Temos certeza de que há de amenizar um pouco da necessidade deles.

Agradeço a todos os amigos que estão nos ajudando a continuar a escrever esta história de amor.

Escrito por Marco Antonio B. de Sousa

Voluntário

Marco Antonio B. de Sousa
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores