Depoimento

Atividade Física em Instituições

Desde a minha formação acadêmica sempre acreditei que nosso dever enquanto profissional da área da saúde deveria ser muito mais do que ensinar exercícios e jogos. A Educação Física é uma importante ferramenta de mudança social, seja ela em qual área que for, basta que utilizemos o nosso conhecimento juntamente com nossos sonhos. E uma das grandes lições que aprendi e levo para vida é que devemos compartilhar nossos sonhos com outras pessoas.

Nesse sentido, como parte da minha formação, fui realizar um Estágio de Formação em Pesquisa. Em 2011 na cidade de São Caetano Sul, iniciei meus trabalhos com prescrição de atividade física em Instituições de longa permanência para idosos e para moradores de rua. Desde então pude escrever o capítulo de um livro e diversas publicações científicas mostrando a importância da atividade física nestas instituições. Alguns anos mais tarde, em 2014, conheci o Instituto Monsenhor Antunes, por intermédio da minha esposa que era professora do Edson. Em uma reunião de pouco mais de 30 minutos, pude conhecer a filosofia de trabalho do instituto e apresentar minha proposta de trabalho. Chegamos a um acordo “de colocar esse povo para movimentar-se” E, como eu disse no início, vamos compartilhar esse sonho, cada um em sua sua área.

É comum em pessoas que vivem em instituições tornarem-se cada vez mais sedentárias, terem um prejuízo na sua condição física e mental, além de oscilações no estado de humor com aumento de agressividade. Nesse sentido, a atividade física é uma importante ferramenta que pode melhorar ou manter a condição física e diminuir as oscilações nos estados de humor, melhorando ainda a capacidade oxigenação no cérebro.

Durante minha experiência neste ramo de atividades, é perceptível a melhora na condição física em geral dos indivíduos. Quando analisamos itens isolados, como a força muscular por exemplo, percebemos que há uma melhora significativa. Quando colocamos desafios para realizarem percebemos que alguns componentes aeróbicos melhoram, deixando eles menos ofegantes. Mas os principais resultados são a diminuição da agressividade, melhora na socialização e maior respeito.

Um dos desafios que estamos enfrentando é a manipulação individual de carga de trabalho, e aumento da intensidade nas atividades. Esse fator é limitante porque os indivíduos tendem a ficar muito tempo em atividades de baixa intensidade e quando submetemos a moderadas intensidade há uma certa rejeição dessa atividade. Mas o grande desafio, está no incentivo dos profissionais que atuam nas residências a praticarem atividade física, tanto dos moradores quanto deles mesmos.

As atividades físicas realizadas são baseadas nas atuais recomendações de atividade física, de força muscular, flexibilidade, equilíbrio, atividade aeróbicas, mas a tradução de teoria na prática só acontece quando entendemos que cada indivíduo deve realizar qualquer movimento possível, ou seja, “cada movimento conta”  para viver melhor, mais feliz e assim contagiar as pessoas ao redor transformando um sonho em uma realidade.

Escrito por Rafael Benito Mancini

Educador Físico Casa Mais Vida / Mestre em Saúde Coletiva

Rafael Benito Mancini
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores