Depoimento

O destaque da Festa da Família de 2007 foi a presença do cantor Jair Rodrigues e foi com grande satisfação que recebi a incumbência de buscá-lo em sua residência e trazê-lo até a Praça Monsenhor Antunes.

Convidei meu amigo Alberto Casalinho para me acompanhar nessa agradável tarefa. Ao chegarmos à residência do Jair, em Cotia, fomos muito bem recebidos e pudemos ver que ele morava em uma chácara bastante agradável. Jair entrou no carro acompanhado de um assessor. Ao longo de todo o trajeto de pouco mais de uma hora viemos conversando sobre diversos assuntos. Pudemos ver que o Jair era exatamente o tipo de pessoa que se via na televisão: de fácil relacionamento e uma pessoa bastante simples.

Falamos sobre o Instituto Monsenhor Antunes (ele queria conhecer um pouco a entidade), sobre música, sobre outros artistas. E falamos também sobre assuntos não tão agradáveis, como doenças. Ele havia ficado doente pouco tempo antes e tinha medo de morrer.

Ao chegarmos à Praça Monsenhor Antunes, levamos o Jair à residência da dona Marlene, uma amiga nossa, vizinha da praça, para que ele pudesse se preparar e tomar um café. Como chegamos com uma boa antecedência, ele ficou algum tempo aguardando, o que permitiu que diversos fãs fossem falar com ele. A todos ele recebeu com simpatia e paciência, dando autógrafos e tirando fotos.

Finalmente, chegou a esperada hora do show. Como previsto, foi um sucesso. Afinal de contas, não é sempre que se tem um artista do gabarito do Jair Rodrigues cantando tão próximo das pessoas, em uma praça em Santo André.

Para o Instituto Monsenhor Antunes foi um grande privilégio ter tido a oportunidade de contar com a contribuição do Jair Rodrigues na Festa da Família de 2007.

Escrito por Mauro Paganotti

Diretor do IMA

Mauro Paganotti
0
0
0
s2sdefault

Artigos Anteriores